Rede de proteção à mulher continua ativa

Devido às medidas adotadas de prevenção e contingência à propagação do coronavírus (Covid-19), o índice de violência doméstica pode aumentar com o isolamento social.

O contato maior entre as pessoas que moram na mesma residência e o estresse gerado por ambientes de confinamento podem desencadear no aumento significativo de ocorrências contra a mulher.

Porém, a cidade de Barueri conta com amplo sistema de proteção, a fim de combater a violência doméstica. A mensagem que a Secretaria da Mulher e a Secretaria de Segurança da cidade desejam passar para a população é que as mulheres não precisam estar juntas para estarem unidas.

A Secretaria da Mulher, por meio do Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência (Cram), continua atendendo mulheres vítimas dessas ocorrências, através do telefone 4706-4046.

A Delegacia de Defesa da Mulher também continua operando através do telefone 4198-0522 e de forma presencial, para emergências, no endereço avenida Sebastião Davino dos Reis, 756, Vila Porto. 

A Base Guardiã Maria da Penha atende 24h através do telefone 4194-7562 e presencialmente para emergências no endereço rua Sergipe, 89, Aldeia de Barueri.

Não é preciso vivenciar a violência para denunciar, os canais de proteção à mulher darão todo o suporte a quem presenciar qualquer ato ilegal. A ligação pode ser feita de forma anônima.

O telefone 180 também funciona como canal de denúncia e de prestação de esclarecimentos para tudo que envolve a violência doméstica.

Temp

Compartilhar

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no print
Imprimir
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Osvaldo De Souza
Osvaldo De Souza

Deixar um Comentário