Fieb inaugura sala de recursos multifuncionais do AEE na unidade Dagmar

Atenta aos estudantes com necessidades especiais que carecem de atenção diferenciada, a Fieb inaugurou na tarde de terça-feira (dia 8) sua nova sala de recursos multifuncionais voltados exclusivamente para crianças. Dessa vez, a estrutura foi disponibilizada na unidade Dagmar Ribas Trindade, no Jardim Maria Cristina. O espaço, assim como o já existente na unidade Maria Theodora, em Alphaville, será conduzido pelos profissionais do AEE (Atendimento Educacional Especializado).

Presente na inauguração, o superintendente da Fieb, Luiz Antonio Ribeiro, agradeceu o empenho da equipe por viabilizar a nova estrutura. “Temos um carinho e apreço muito grande pela escola Dagmar. Desde que assumimos, sabíamos que seria um local cheio de desafios, e hoje vemos resultados. Mas não concluímos o trabalho, estamos apenas começando, e só vai dar certo com a colaboração de todos. Tenho o Dagmar como referência de mudança e ousadia na história da Fieb”, discursou.

Com a nova sala, essa parcela de estudantes deve ser encaminhada para participar de atividades em contra período e, assim, ter acesso a recursos lúdicos que criem condições de ajudá-la em seu processo de aprendizado. Os profissionais do AEE destacam que a estrutura também dará suporte na autoestima para que todos se sintam incluídos e também participem das atividades em sala.

Equipe mobilizada
A professora Ana Lúcia Machado será uma das docentes que desenvolverá as tarefas na nova sala. Ela explica que cada criança com necessidade especial necessita de atendimento personalizado. “Algumas têm dificuldade de ler e escrever e são estimuladas por meio de jogos e brincadeiras totalmente diferente das salas de aula. Essa ideia a equipe do AEE de montar outra sala nasceu no final do ano passado porque observamos que para alguns pais estava difícil se deslocar”, revela.

Já a professora Mara Miotti Oliveira, que também atua no AEE, detalha que a Fundação trabalha com 21 crianças, sendo 11 na Maria Theodora e as demais na Dagmar. “No grupo temos todos os profissionais, uma equipe que é preciso para trabalhar nessa sala, então, temos psicopedagogo, fonoaudiólogo, e professor do AEE para fazer todo esse atendimento”, comenta.

Facilidade
A nova opção de atendimento também foi muito elogiada por Ana Paula Rodrigues Silva, mãe de aluna da unidade desde 2012, que agora cursa o 8º ano. “Minha filha foi atendida desde o início da primeira sala de recreação na Maria Theodora. A criação da sala nesta unidade foi importante pela questão de mobilidade, muitas residem por aqui e ficou muito mais fácil do que ir para Alphaville. É mais um equipamento para atender as crianças que precisam de inclusão. Espero que todas expectativas sejam atendidas”, declarou.

Temp

Recomendado para você

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d blogueiros gostam disto: