Dentista voluntária dá tratamento gratuito a cooperados da triagem de recicláveis

Doralice Almeida, 57 anos, é uma dentista bem sucedida e muito bem instalada num consultório em Alphaville. Entretanto, não é isto que a distingue dos demais profissionais. Preocupada com as dificuldades de acesso da população de baixa renda ao tratamento odontológico, ela reserva as manhãs de todas as quartas-feiras para atender gratuitamente os integrantes da Cooperyara, cooperativa que cuida da separação de recicláveis em Barueri.

A iniciativa partiu da própria periodontista, que já fez trabalhos similares no Rio de Janeiro, onde nasceu.  Ela iniciou o atendimento voluntário no dia 4 de janeiro, menos de um mês depois de se apresentar à Cooperyara. São 52 trabalhadores que receberão tratamento gengival, restaurações, extrações e até próteses. “Já fiz contato com um protético, expliquei a proposta do trabalho e ele vai reduzir ao máximo os custos”, esclarece a voluntária.

“Inicialmente recebemos com reservas a sua solicitação, mas percebemos  que era sincera e muito boa para os nossos cooperados”, explica o geógrafo Geovane Bassan, educador ambiental da Secretaria de Recursos Naturais e Meio Ambiente de Barueri.

A dentista, que não conhece outros filantropos iguais a si, deixa bem claro que não pretende qualquer promoção ou vinculação de seu trabalho. “Mesmo depois de concluído o tratamento, os pacientes poderão continuar frequentando o meu consultório sem pagar”, arremata.

Recomendado para você

Deixe uma resposta